O fundador

AlberioneTiagoTiago Alberione nasceu em S. Lourenço de Fossano, na Itália, no dia 4 de abril de 1884. Era o quinto de sete filhos de uma família do campo.

Desde muito cedo aspirou ao sacerdócio. Veio a frequentar o seminário de Bra e posteriormente o de Alba, onde concluiu os seus estudos e foi ordenado em junho de 1907.

Na passagem do século (1900-1901), estando em oração, Alberione sentiu que deveria fazer alguma coisa pelas pessoas do novo século, colocando ao serviço da Evangelização, os instrumentos de comunicação social que o progresso humano fornece. A sua resposta foi de extraordinária fecundidade para a Igreja e para o mundo.

Alberione morreu no dia 26 de novembro de 1971, tendo sido declarado Beato no dia 27 de abril de 2003 pelo Papa João Paulo II.

 

"A noite que dividiu o século passado do século corrente foi decisiva para a missão específica e o espírito particular em que havia de nascer e viver a Família Paulista... Lera o convite do Papa Leão XIII para que se rezasse pelo século que ia começar... a oração durou quatro horas... Uma luz particular veio-lhe da Hóstia... Sentiu-se profundamente obrigado a preparar-se para fazer algo pelo Senhor e pelos homens do novo século... Que a Igreja tivesse um novo impulso missionário; que fossem usados bem os meios de apostolado... Vagueando com a mente no futuro, parecia-lhe que almas generosas haviam de sentir o que ele sentia... Formar uma organização, mas religiosa, onde as forças estivessem unidas, onde a dedicação fosse total, onde a doutrina fosse mais pura. Uma sociedade de almas que amem a Deus com toda a mente, forças, coração; que se ofereçam para trabalhar pela Igreja, satisfeitas com o estipêndio divino: recebereis o centuplo, possuireis a vida eterna (cf Mt 19,29)... Nasceu assim do sacrário a Família Paulista".

Beato Alberione in Abundantes Divitiae Gratiae Suae